quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Plano de Políticas Homossexuais, no Seminário Desejo e Poder, SP, 2002


Nos dias 28, 29 e 30 de junho de 2002, seis anos antes da I Conferência Nacional de Políticas Públicas para LGBTs, realizou-se, na Câmara de Vereadores da cidade de São Paulo, promovido pelo Projeto Etc & Tal - Psicanálise e Sociedade e pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo, o Seminário Desejo e Poder, que culminou com a elaboração do PLANO DE POLÍTICAS HOMOSSEXUAIS PARA A CIDADE DE SÃO PAULO.

Dentre as propostas aprovadas, destaco:

"Criar um Fórum Homossexual Permanente da cidade de S. Paulo, com reuniões periódicas abertas a qualquer membro da comunidade GLBT, cuja função seria oferecer elementos para implementação dessas políticas no município, junto ao Conselho da Comunidade Homossexual."

"Criar, dentro da Prefeitura, um Conselho da Comunidade Homossexual, constituído por representantes eleitos desse segmento social, que funcione como canal de comunicação entre a comunidade GLBT e a administração municipal."

"Reivindicar da Prefeitura a cessão de um edifício municipal que funcione como Centro de Convivência da Comunidade Homossexual ou Centro Comunitário Homossexual, oferecendo um espaço físico institucional tanto para grupos de ativismo quanto para atender necessidades várias da população GLBT."


Contou com o apoio de: Laboratório Psicanálise e Sociedade do Instituto de Psicologia da USP; Núcleo de Pesquisa Psicanálise e Sociedade da Pós-Graduação da Psicologia Social da PUC-SP, Núcleo de Pesquisa em Psicologia Política e Movimentos Sociais da PUC-SP, Núcleo de Pesquisa em Identidade do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (Universidade S. Marcos), defensoria Homossexual de São Paulo, Coletivo de Feministas lésbicas, G Magazine, Núcleo Adolescente Brasileiro, da PUC-SP, Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Social da PUC-SP, Secretaria Municipal de Saúde da cidade de São Paulo, Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, Coordenação Nacional de DST e AIDS.

Dentre as instituições destinadas a prestar informações a respeito constava o nome da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (11) 3362-2361.

O Seminário homenageou a memória de: Cassandra Rios (escritora lésbica, cuja produção literária teve início nos anos 50 do século passado, atravessando todo o período da ditadura militar, sempre com grande número de leitores e muitos títulos censurados), Brenda Lee (militante transgênero, objeto da última postagem deste blog), Dion Davi Macedo (militante gay).

----------------
(Agradeço a João Silvério Trevisan, pela generosidade da disponibilização do folheto.)

Nenhum comentário: