quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Em Memória das Pessoas Homossexuais e Lésbicas Mortas e Torturadas nos Campos de Concentração Nazistas


Hoje, Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, data em que se rememora os 65 anos da libertação dos prisioneiros no campo de concentração nazista de Auschwitz (27 de janeiro de 1945), recordo aqui os homossexuais e as lésbicas que foram alvo da perseguição nazista, sofrendo as mesmas agruras tão amplamente divulgadas com respeito aos judeus, juntamente com os comunistas, testemunhas de jeová, ciganos e outros.

Até hoje não se sabe ao certo o número de homossexuais e lésbicas assassinados nos campos de concentração nazistas. Os dados são imprecisos. As estimativas variam de cinco a quinze mil o número, ora de assassinados, ora de prisioneiros.

Apenas após 1970 começou-se a dar a conhecer estas perseguições.

Com a peça teatral Bent, relatos autobiográficos, trabalhos de pesquisa acadêmica e, mais recentemente, através do documentário Parágrado 175 (Paragraph 175, Inglaterra/Alemanha/Estados Unidos, 1999), do livro autobiográfico do sobrevivente Pierre Seel, prisioneiro inicialmente no campo de Schirmeck e o livro Aimeé e Jaguar, que conta o romance entre uma alemã e uma judia, terminando esta prisioneira em um campo de concentração, tem sido possível a recuperação de partes dessa campanha persecutória que integra a história da saga dos homossexuais ao longo dos tempos.

O fato de ter havido homossexuais servindo ao governo de Hitler não diminui ou releva a tragédia, a ignomínia, o aviltamento máximo da pessoa humana.



Vídeo, publicado pela Uol, creditando a agência EFE, e localizado em http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/memorial-em-berlim-lembra-homossexuais-mortos-por-nazistas-04026EC0C963E6?types=A&

Foto do monumento em memória aos homossexuais vítimas do holocausto, erigido na Alemanha, em Berlim, nesta mesma data, no ano de 2008.

A respeito das críticas ao monumento, ver:
http://acapa.virgula.uol.com.br/site/noticia.asp?codigo=4961

A seguir, alguns links onde se pode encontrar mais informações a respeito:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexuais_na_Alemanha_Nazi
http://veja.abril.com.br/020501/p_130.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pierre_Seel
http://portugalgay.pt/news/301105D/FRAN%C7A:_Morre_sobrevivente_gay_de_campo_de_concentra%E7%E3o
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tri%C3%A2ngulo_rosa

Nenhum comentário: