segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Em 14/04/2009 era anunciado: USP inaugura projeto para resgatar a memória Homossexual na cultura

Em 14 de abril de 2009 a "Central de Notícias Gay" divulgava matéria oriunda do sítio Mix Brasil:

Universidade de São Paulo inaugura projeto para
resgatar a memória Homossexual na cultura

A Universidade de São Paulo inaugurou nesta semana o seu Programa de Estudos da Diversidade (Homo)Sexual (PEDHS), iniciativa da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão que pretende resgatar o direito à memória Homossexual no Brasil.

Para marcar o início das atividades, foi realizado no Museu de Arte Contemporânea da USP o Colóquio Direitos Humanos e Diversidade (Homo)Sexual, contando com a participação de parte da equipe docente e representantes das esferas estadual e federal do poder público.

O PEDHS irá reunir professores de diferentes unidades na promoção de estudos, pesquisas e coletas de dados sobre a memória Homossexual.

Os resultados desses estudos devem ser disponibilizados para a sociedade em geral para estimular uma identidade sistematizada da comunidade GLBT.

O Homoerotismo e a maneira como os GLBTs são retratados na música, literatura e teatro devem ser temas abordados no projeto. Para o professor Émerson Inácio da Cruz, "esses estudos são uma forma de recuperar a identidade desse grupo, até para conseguir unir a discussão que está tão fragmentada".

A semente do programa nasceu em 2008, quando a USP abrigou a quarta edição do Congresso da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura.

Logo em seguida, os professores Horácio Costa e Émerson,  em parceria com representantes do programa "Brasil Sem Homofobia", decidiram que era hora de articular algo maior.

Inicialmente o PEDHS conta com a participação de professores da Escola de Comunicação e Artes, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e outras áreas.

http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/3_45_71989.shtml" rel="nofollow" target="_blank">http://mixbrasil. uol.com.br/ mp/upload/ noticia/3_ 45_71989. shtml

Nenhum comentário: