domingo, 30 de novembro de 2014

Precisa do que?

Pra fazer alguma coisa, não precisa de muito dinheiro; precisa é de idealismo e de amor

Frase da fundadora do Museu da Seresta, em Conservatória, em reportagem exibida pela TV ALERJ agorinha, realizada pelo programa de Memória Social da UNIRIO, Projeto Memória, Cultura,  Transformação Social. 


 É, acho que é isso que falta à nossa geração!

Do contrário, como explicar, por exemplo, o fato de a Turma Ok, que existe oficialmente desde 1960, ainda não ter sido capaz de ter a sua sede própria? (O GGB, que existe desde os anos de 1980, graças à iniciativa de Luiz Mott conquistou a sua há anos)

Como explicar o fato de o sobrado que lhe abrigou por décadas haver sido oferecido à venda em 2008 por R$ 180.000,00 e ninguém ter se interessado em se mobilizar para adquirí-lo, reunir o montante ou acionar o poder público, de modo a preservá-lo? (Hoje no local funciona um hostel)

Como explicar o fato de o acervo de parte de nossa história depositado no Arquivo Edgar Leuenroth /Unicamp ainda não estar digitalizado e disponibilizado na internet?

Como explicar o fato de os arquivos dos grupos que existiram nos fins de 1970 e início dos de 1980 terem se perdido, fora raríssimas exceções?

Como explicar o fato de todo o acervo de boletins e jornais artesanais criados pelas redes de bichas, no Rio de Janeiro e Salvador, ter se perdido?

Como explicar o fato de não sabermos onde foi parar toda a coleção de fantasias de Clóvis Bornay e Evandro de Castro Lima?

Como explicar não termos na cidade do Rio de Janeiro nenhuma estátua de João do Rio, Clóvis Bornay, Joãozinho Trinta?...

Como explicar as pinturas de Darcy Penteado estarem a se desfazer, jogadas à ação da umidade e do desleixo?

Como explicar não termos um acervo com as imagens das criações de Clodovil e Rud? 

Como explicar o fato de não termos uma rede de acolhimento (lares substitutos) para jovens e adolescentes que são expulsos de casa em razão de sua homossexualidade ou travestilidade, transgeneridade?

Como explicar o fato de não termos abrigo (hoje chamados Instituições de Longa Permanência) para idosxs LGBTs (um sequer)?

Foi isso que nos legou a cultura individualista fomentada pelo capitalismo exacerbado?

Não creio que isso explique tudo, do contrário iniciativas de caráter social empreendidas pelos estadunidenses não existiriam.

Nenhum comentário: