sexta-feira, 29 de maio de 2015

Meu nome é Marquesa!

Foi esta a canção que Rogéria cantou juntamente com todxs xs presentes, na primeira homenagem à memória de Marquesa, ainda na Capela
(Versão de Mário Meira Guimarães para a música My Heart Belongs to Daddy  - escrita por Cole Porter, em 1938 -, do filme Adorável Pecadora, estrelado por Marylin Monroe)



Foto de seu perfil no Facebook
Meu nome é Marquesa

Vejo em você
um certo quê
de quem quer ser
o meu papai

Mas ponho a mão
no coração
pra ver se a carteira
sai

Quem me quiser para mulher
terá que ser mais que milionário
Dentre outras mil
jamais se viu
um coração tão perdulário

Fico bem mais carinhosa
dentro de um Vison Argentée
E dou beijos escaldantes
se ganhar um colar do Cartier

Eu aceito e nem protesto
se um cheque em minhas mãos cai
Posso a todos dar o resto,
mas meu coração...
é todinho... do papai


Vai ter de mim amor sem fim
Amor caprichos concede
cede cede cede
E vai me ouvir falar, repetir
Shub thub hu

Cabo Frio em fins de semana
e um iate pra ser feliz
Pra passear pela Europa
e um mês para amar em Paris

Neste caso eu nem protesto
e até caso com o meu Coronel

Posso a todos dar o resto
Mas a Marquesa!, a Marquesa!,
tome! leve! toda
pra você!

O espetáculo Le Girls estreou na "Boite Stop Club", na Galeria Alaska, em Copacabana, RJ, tendo Luiz Haroldo como Diretor. Letras / versões / script: Mário Meira Guimarães - Melodia: João Roberto Kelly. Foi um retumbante sucesso. Foi um divisor de águas na vida e carreira de muitas das estrelas dos shows transformistas. Viajaram o Brasil e diversos países, com algumas modificações no elenco original, que incluía Rogéria.(Conforme informações da atriz transformista Cláudia Celeste)


Um comentário:

Claudia Celeste disse...

Um dos grandes marcos para a nossa cultura sobre os "ESPETÁCULOS DE TRANSFORMISTAS" do Brasil, foi,sem dúvidas a nossa "Big Mama" MARQUESA!... Ela se foi, mas deixou o seu legado de talento e história pra contar!...